Mil Temperos entrevista vencedora do MasterChef Brasil

O fato der ter sempre uma carta na manga em cada prova foi o que destacou a catarinense Michele Crispim no Programa MasterChef Brasil 2017, da Band. Michele conquistou o título em agosto e de lá pra cá muita coisa mudou. Nesta quarta-feira, dia 22, o Mil Temperos conversou com a campeã durante o evento da Construtora Fontana, que trouxe a chefe para cozinhar na noite de entrega do Residencial Rovenza, no centro de Criciúma.

 

Como foi a experiência no MasterChef Brasil?

É uma experiência incrível, que quem consegue passar por ela realmente se tem a vida transformada porquê é um “intensivão” de aprendizado, crescimento, então foi sensacional.

O que muda daqui pra frente?

Eu entrei no programa pensando em mudar de vida em sair da minha área e começar a trabalhar com gastronomia, então consegui alcançar esse objetivo. Estou trabalhando, ganhando experiência e em breve vou fazer o curso pra poder ter a formação da Le Cordon Bleu (Paris, França).

Atualmente as pessoas procuram saber mais sobre gastronomia, se arriscam na cozinha. Como você vê essa área?

Eu percebo que o programa tem uma grande participação nisso, de popularizar a gastronomia e de mostrar que cozinheiros amadores podem sim fazer pratos de profissionais. Acho que isso incentiva muito as pessoas em casa a começarem a cozinhar, levarem os filhos para a cozinha. Então, tenho certeza que essa área está só crescendo.

O que você preparou para este evento?

Eles optaram por um menu brasileiro então nós fizemos com muito carinho, trabalhamos aqui desde cedo. De entrada, uma abóbora com especiarias, creme de queijo coalho e carne seca na manteiga e depois servimos moqueca tradicional de peixe com camarões, com creme de mandioquinha e chips de coco.